Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Demanda por transporte aéreo doméstico cai 4,9% em setembro, diz Anac


A demanda por transporte aéreo doméstico de passageiros registrou queda de 4,9% em setembro de 2016, na comparação com o mesmo mês de 2015, informou nesta quinta-feira, 3, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com o resultado, o setor aéreo brasileiro já registra 14 meses consecutivos de retração. No acumulado dos nove primeiros meses deste ano, a demanda doméstica acumula baixa de 6,39% frente igual etapa de 2015.

A oferta por transporte aéreo doméstico, por sua vez, diminuiu 5,49% em setembro em relação ao mesmo período do ano passado, na décima terceira baixa sucessiva do indicador. No ano, a oferta acumula redução de 6,14% ante janeiro a setembro de 2015.

Com um recuo da oferta mais acentuado do que o da demanda, a taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos operados por empresas brasileiras melhorou e ficou em 80% em setembro de 2016, o que representa uma alta de 0,5 ponto porcentual (p.p.) ante os 79,5% reportados no mesmo mês do ano passado. No período de janeiro a setembro de 2016, o aproveitamento doméstico foi de 79,9%, frente a 80,1% do mesmo período de 2015.

As empresas aéreas nacionais transportaram um total de 7,052 milhões de passageiros pagos no mercado doméstico em setembro, o que corresponde a uma queda de 8,4% em relação ao mesmo mês de 2015. No acumulado dos primeiros nove meses do ano, a quantidade de passageiros transportados soma 66,215 milhões, um recuo de 8,19% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Já a carga paga transportada no mercado doméstico foi de 28,069 mil toneladas em setembro de 2016, o que representou redução de 1,96% com relação a setembro de 2015. No ano, a carga paga doméstica transportada acumula redução de 7,67% em relação ao mesmo período de 2015, atingindo 233,2 mil toneladas.

Fonte: Estado de Minas

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário