Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Hangar do Zeppelin faz 80 anos


O hangar dos dirigíveis chega aos 80 anos com um corpinho de fazer inveja. É um dos mais bem preservados em todo o mundo. Apesar de a data de aniversário ser em 26 de dezembro, a Base Aérea de Santa Cruz, onde fica a relíquia, antecipou as comemorações para o dia 28 deste mês. Estão previstos uma exposição de fotos e o lançamento do livro “No céu do Rio - Registro histórico do Zeppelin no Rio de Janeiro”, de Jobson Figueiredo, Igor Colares e Helton Cezário, com versões em português, inglês e alemão.

— Este hangar era onde se guardava e se protegia o Zeppelin. O dirigível fazia a atracação na torre e de lá havia o reboque até o hangar — conta o professor Fernando Mauro, especialista em história militar.

Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o prédio possui 274 metros de comprimento, 58 metros de altura e 58 metros de largura. O portão principal, em duas folhas, pesa 80 toneladas. A abertura é feita com motores ou manualmente. No topo, a 61 metros, fica a torre de comando.

O sucesso das primeiras viagens dos dirigíveis entre a Alemanha e o Brasil, em 1931 e 1932, levou a companhia alemã Luftschiffbau-Zeppelin a construir o hangar. Estudos apontaram Santa Cruz como o lugar ideal para pouso e abrigo das aeronaves. O presidente Getúlio Vargas inaugurou a estrutura em 26 de dezembro de 1936.

Com o hangar inaugurado, a companhia lançou a linha regular entre Frankfurt e o Rio de Janeiro, com escala em Recife. Mas duraria pouco. O acidente do Hindenburg em Nova Jersey, em 1937, trouxe insegurança ao transporte com aeronaves infláveis.

O historiador Fernando Mauro lembra que os alemães ainda eram os proprietários do imóvel quando a Segunda Guerra Mundial eclodiu. Em 1941, depois que o Brasil declarou guerra ao governo nazista, um grupo militar, liderado por um cabo, tomou o aeroporto, em seguida, transformado em base militar.

A Base de Santa Cruz decidiu antecipar a comemoração pela passagem dos 80 anos para aproveitar a estrutura de um evento. A programação no dia 28 começa com ato ecumênico, às 14h. Após abertura de exposição fotógrafica e lançamento de livro, a banda da Base Aérea de Santa Cruz se apresenta, às 16h, com a bateria da Acadêmicos de Santa Cruz.

Fonte: Extra

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário