Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Aeroporto de Bagé-RS completa 43 anos com expectativa por aprovação para voos comerciais


Ao completar 43 anos, o Aeroporto Internacional de Bagé Comandante Gustavo Kraemer vive uma expectativa por ampliar seus atendimentos, em especial caso sejam viabilizadas as linhas comerciais para a cidade. Localizado na região Sul da Rainha da Fronteira, a estrutura é utilizada atualmente para voos particulares e escala de aeronaves.

No entanto, as tratativas para colocar em prática serviços comerciais, com partida e chegada no município, podem estar perto de serem concretizas. O superintendente do Aeroporto, Jesus Heron Aguzzi Cougo, afirmou que a aprovação dos voos comerciais para Bagé será um grande avanço para a economia da cidade.

“Nossa estrutura já é utilizada por empresários da região há muitos anos e se destaca em relação a outros aeroportos por estar em posição privilegiada e de fácil acesso para pousos e decolagens. E se forem aprovadas as atividades comerciais, a cidade só tem a ganhar, pois para os investidores, tempo é dinheiro”, argumenta. Posição estratégica e privilegiada Segundo Cougo, a estrutura pode atender dois mil passageiros ao mês e, caso sejam aprovados os voos comerciais, tem plena capacidade para atender a demanda.


“A expansão das universidades e a promoção de eventos acadêmicos, a construção de novas usinas, a chegada de novas empresas e investimentos geram uma demanda que podemos atender com tranquilidade, além de ter a segurança em um meio de transporte mais rápido a qualquer região do país e do exterior.

Por estar em rota de voo para os países da bacia do Prata, a Rainha da Fronteira se encontra em posição privilegiada, pois o aeroporto já atende, inclusive, a demanda das cidades da fronteira sul: “se um artista vai fazer um show em Sant’Ana do Livramento, ele passa por aqui. Vários produtores rurais, diretores de empresas e artistas usam nossa estrutura, por isso, eu digo que toda cidade que deseja crescer, precisa de um aeroporto operacional”, comenta.

A estrutura conta com terminal de passageiros de 600 metros quadrados, salas climatizadas, cobertura nas áreas de embarque e desembarque, sala vip e banheiros com acessibilidade, pista de pouso com 1,5 quilômetro de extensão e 30 metros de largura, além do pátio de aeronaves, que possui capacidade para receber cinco aeronaves em seus três mil metros quadrados. Caso aprovadas, operações teriam início em até 90 dias Em relação à expectativa de abertura dos voos, o superintendente ressaltou que a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) tem sido receptiva em relação ao tema.

"A Infraero está aberta a novos horizontes e oportunidades", afirma ao enfatizar que, caso sejam aprovados os serviços comerciais, seria necessário pouco tempo para as operações terem início. "Levaríamos cerca de dois a três meses para dar o treinamento adequado para receber nossos novos clientes”, adiantou.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário