Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Aeroporto monta megaoperação para receber animais para Olimpíadas no Rio

Aeroporto monta megaoperação para receber animais que disputarão o hipismo
em Deodoro. Ao todo, serão 620 cavalos que desembarcarão no mês

Por Felipe Siqueira, Gabriel Fricke e Guilherme CostaRio de Janeiro, RJ
Globo Esporte

O Aeroporto Internacional do Galeão está se preparando para receber visitantes muito especiais neste fim de semana. Diferentemente dos passageiros comuns, imprensa e atletas, eles chegarão pelo terminal de cargas. A partir da noite desta sexta-feira, mais precisamente às 23h, chegarão ao Rio de Janeiro os cavalos que competem nas provas de hipismo nos Jogos Olímpicos.
Cavalo embarca no aeroporto de Stansted, em Londres, rumo ao Rio de Janeiro (Foto: Divulgação FEI)
Cavalos sendo enviados da Europa para o Brasil (Foto: Reprodução / Twitter/ IRL Equestrian )
Na primeira leva de um total de nove viagens, virão 34 animais. Eles estão chegando nesta sexta-feira do Aeroporto de Stansted, em Londres, na Inglaterra, e são todos participantes do CCE (Concurso Completo de Equitação), a primeira modalidade equestre a ser disputada nos Jogos e que terá início no sábado, 6 de agosto, a partir de 10h, em Deodoro. Entre os "passageiros" desta sexta, estão os cavalos da equipe do Brasil, além de Grã-Bretanha, Irlanda, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Zimbábue, Itália, Japão e China. Neste primeiro voo, a Federação Internacional Equestre (FEI) informou que há um total de 17.500kg de carga equina, sendo que o peso médio de cada animal é de 515kg, 9.900 kg de equipamentos equestres e 6.000kg de alimentos, que serão consumidos durante os Jogos.

Ao todo, de acordo com informações obtidas pelo GloboEsporte.com, serão 620 cavalos. Eles desembarcam no Rio de Janeiro ao longo dos dias até a Paralimpíada, em setembro. Além de Londres, os cavalos chegam também de Liège, na Bélgica, e de Miami, nos Estados Unidos, além de dois países da América do Sul.

Foi montado todo um esquema especial para receber os únicos animais que competem junto com os seres humanos nas Olimpíadas. Como um cavalo adulto pesa, em média, de 400kg a uma tonelada, foi construída uma rampa especial de 1km de comprimento. Ela custou R$ 1 milhão. A plataforma fará a ligação direta entre a aeronave e o caminhão para o desembarque dos cavalos, sem que eles precisem fazer contato direto com o solo.

Além disso, o acesso ao terminal de cargas é restrito. Trata-se de um pedido do Comitê Rio 2016. Os animais farão viagens longas e cansativas, e a medida visa o conforto e bem estar deles.
Terminal de cargas do Aeroporto do Galeão, onde vão chegar os cavalos olímpicos (Foto: GloboEsporte.com)
Boxes com os animais são acomodados no avião de carga, em Londres (Foto: Divulgação FEI)
De acordo com o jornal canadense "Global News", os cavalos do país também já estão viajando para o Rio de Janeiro. A publicação afirma que eles precisam relaxar, dormir, se hidratar bastante e, claro, ter um snack durante a viagem. Mas, normalmente, eles estão acostumados a pegar voos de longa distância.

Dentro da aeronave, eles são trancados dentro de boxes para não saírem do lugar com o movimento e possíveis turbulências. Em caso de emergências, se os animais ficam muito nervosos, há kits de medicamentos com sedativos, mas eles não são normalmente utilizados. Veterinários também ficam a bordo para cuida do bem-estar dos animais.

Após o desembarque e colocação nos caminhões, geralmente eles vão para estábulos temporários para descansar. Ainda segundo o "Global News", eles são tratados "como atletas"
Os custos dessa operação são altos. De acordo com reportagem do "Horse and Hound", do Reino Unido, especializado nesse segmento, é o Comitê Rio 2016 quem está bancando esse traslado.

Trata-se de um compromisso com o Comitê Olímpico Internacional (COI). Essa medida começou em Sydney 2000. Antes disso, os Comitês Nacionais pagavam a conta. Procurado pelo GloboEsporte.com, o Comitê Rio 2016 não falou em valores da operação.

A FEI divulgou um release em que fez uma montagem de um cavalo na poltrona do avião a caminho dos Jogos Olímpicos. Também fez algumas brincadeiras como filmes preferidos que os atletas equinos preferem como "O encantador de cavalos" e "Seabiscuit - alma de herói". Para se alimentar durante a viagem, o cavalo tem água e feno à disposição. Para fazer um agrado ao animal, alguns tratadores colocam suco de maçã na água para deixá-la mais gostosa.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário