Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Voo inaugural da Asta está programado para o próximo dia 20 em Tangará da Serra-MT


A empresa Asta Linhas Aéreas programou para o próximo dia 20 de março, o voo inaugural no aeroporto municipal de Tangará da Serra. A confirmação da frequência para Cuiabá depende apenas do fechamento de alguns contratos com empresários do município, que foi determinado como condição pela Asta linhas Aéreas para o início dos trabalhos na cidade.

De acordo com o diretor de operação, Magnus Block, a expectativa é que até a data programada, a empresa feche os 50% dos assentos com as empresas de Tangará da Serra, garantindo assim a continuação das próximas frequências. “Estou buscando negociar metade dos assentos de forma antecipada em um contrato de seis meses para o projeto se tornar mais viável e ter continuação. No momento temos 30% desses 50% colocado como meta já fechado.

"Ao todo, vamos ofertar 432 assentos por mês em 48 frequências”, afirmou o diretor, ao destacar que na próxima quinta-feira, 02 de março, estará em Tangará da Serra reunido com empresários do município para fechar o restante dos contratos e assim consolidar o voo inaugural. “Os empresários que puderem participar, estarei no auditório da OAB na quinta-feira fazendo uma reunião. Isso vai ser muito bom para Tangará da Serra, um crescimento enorme para o município”, relatou o diretor de operações.

Após o voo inaugural, a Asta Linhas Aéreas irá operar nas segundas, terças e sextas-feiras com 12 frequências semanais.

Voo já foi autorizado pela Anac

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) já autorizou o voou inaugural que será realizado pela Asta Linhas Aéreas, previsto para o próximo dia 20 de março. De acordo com o diretor de operações, Magnus Block, o voo inclusive já figura entre as propagandas no site da empresa. “Porém, a venda ainda está bloqueada pois só vou abrir quando tivermos todos os contratos previstos fechados”, relatou o diretor.

Conforme o Diário da Serra já veiculou em edições anteriores, com o fechamento dos contratos, a previsão é ofertar a frequência até Cuiabá pelo valor de aproximadamente R$ 250 reais até R$ 350, garantindo assim a sustentabilidade nas operações

“Apresentamos esse caminho dos contratos que traz principalmente a sustentabilidade para que os voos possam ser utilizados não só pelos empresários, mas também pela sociedade em geral. Estamos trabalhando para isso se consolidar e assim diminuir o custo, mas creio que dará tudo certo e o voou inaugural poderá sim acontecer”, finalizou o Block.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário