Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

ANSV conclui investigação sobre avião da EasyJet que perdeu cobertura do motor


O vôo EasyJet EZY2715 retornou ao Aeroporto de Milão-Malpensa (MXP), na Itália, quando perdeu partes do "capo" do motor n°1 na decolagem.

O vôo decolou da pista 35R às 18:17h hora local. Poucos segundos depois da decolagem, o piloto de uma aeronave no solo informou pelo rádio que o voo EasyJet tinha acabado de sair com os capotas de motor abertos do motor nº 1.

O comandante do Airbus A320-214 matrícula G-EZTC também foi informado da situação pela tripulação de cabina, que tinha ouvido um ruído incomum durante a descolagem e tinha sido alertado por alguns passageiros, que tinham observado a separação da cobertura do motor esquerdo.

A tripulação informou o controle do tráfego aéreo que estava para regressar a Malpensa, pedindo pouso prioritário. A aeronave pousou na pista 35L às 16h33 usando procedimentos de pouso com sobrepeso. Na desaceleração, a tripulação utilizou o reverso ao máximo em ambos os motores. Durante o desembarque, mais partes da cobertura cairam do motor. Dois terços das carenagens internas e externas do motor n°1 tinham se separado.

Causa (traduzido do italiano):

A causa do acidente foi principalmente devido ao fator humano. Em particular, a abertura da carenagem do motor do lado esquerdo dependia da falha de fechamento do mesmo, uma vez que as operações de manutenção foram realizadas sem consultar a documentação técnica relevante. O técnico que efetuou a manutenção não consultou os documentos técnicos aplicáveis ​​e, conseqüentemente, não seguiu as instruções, fazendo com que os carenagens do motor fossem abertos e então não fechados e trancados. Também contribuiu uma inspeção externa pré-voo ineficaz que foi realizada pelo comandante da aeronave.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário