Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Japão protesta sobre a queixa do confronto com aviões militares chineses


O Japão apresentou segunda-feira um protesto contra as alegações chinesas de que seus caças se envolveram em um perigoso confronto com aviões militares chineses.

O Ministério da Defesa da China afirmou no sábado que os jatos japoneses "interferiram com aviões militares chineses de perto e até lançaram flares, o que colocou em risco a segurança dos aviões e da tripulação chinesa".

O Japão disse que os jatos de combate foram acionados quando seis aviões militares chineses "entraram" em suas águas territoriais no Estreito de Miyako.

"É extremamente lamentável que o Ministério da Defesa chinês anunciou unilateralmente algo que claramente difere do fato, o que prejudica a melhoria da relação Japão-China e apresentamos fortes protestos", disse o secretário-chefe do Japão, Yoshihide Suga, na segunda-feira.

As águas próximas são o lar de uma longa disputa territorial entre a China e o Japão sobre as ilhas Senkaku, que a China chama de ilhas Diaoyu.

Não é a primeira vez que os dois países se enfrentam dessa maneira. Em outubro, o Japão disse que havia despachado seus aviões 407 vezes entre 1 de abril e 30 de setembro em reação ao aumento dos vôos militares chineses perto do espaço aéreo japonês.

Isso é quase o dobro do número de interceptações da Air Self Defense Force do Japão feitas em aviões chineses no mesmo período em 2015

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário