Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Conheça os meios aéreos que combatem os incêndios no Chile


O grande número de incêndios que atinge o Chile motivou a utilização de um imenso número de recursos nacionais e internacionais nunca visto no país. Dentro destes recursos, destacam-se os 41 meios aéreos (39 aeronaves de várias entidades chilenas – Conaf, Marinha, Exército, Força Aérea e Onemi – mas também dois “superaviões” estrangeiros – o “SuperTanker” e o “Ilyushin”.

Durante o dia de hoje, o Governo Chileno divulgou a seguinte nota que detalha os meios aéreos que se encontram nos vários Teatros de Operações.

O Portal Bombeiros.pt sabe que, apesar deste número elevado, os meios aéreos têm sido insuficientes e o Governo chileno, através da Corporação Nacional Florestal (CONAF), irá reforçar ainda esta semana o número de aeronaves disponíveis. Para este fim, a CONAF já adquiriu à empresa Erickson o helicóptero Sikorsky S-64 SkyCrane, um helicóptero pesado e um dos que possui maior capacidade de transporte de água a nível mundial.

Este helicóptero tem uma capacidade de transporte de 10 mil litros, com um sistema ventral, um sistema de mangueira para reabastecer em qualquer espaço, mesmo que tenha pouca profundidade. Possui dupla turbina, sendo tripulado por dois pilotos e um observador. Tem uma velocidade de cruzeiro de 170 km/h e uma autonomia de voo de 2 horas e meia.

Para além do anterior, mais quatro helicópteros foram alugados à empresa Helicópteros Express e levados para o Chile, desde os Estados Unidos da América, pelo avião Antonov An-124. Falamos de 3 Bell 205 A1+++ e um K-Max 1.200.

O Bell 205 A1 tem uma capacidade de água a rondar os 1.600 litros, usando o “bambi bucket”. Um destes helicópteros está equipado com um sistema de voo nocturno.

O K-Max 1200 transporta cerca de 2.700 litros, usando também o “bambi bucket”.

Há também negociações a decorrer entre os serviços de Protecção Civil (CONAF) do Chile para a integração nas acções de combate de dois helicópteros pesados Kamov Ka-32, bem conhecidos em Portugal.

Os helicópteros Kamov têm uma capacidade de descarga de aproximadamente 5.000 litros.

Também os aviões, e vários modelos, têm sido importantes nas operações de combate. Sendo de salientar o trabalho efectuado pelos também bem conhecidos em Portugal Air Tractor.

Este tipo de avião, Air Tractor AT-802F, possui uma capacidade de descarga de 3.000 litros, sendo considerado um avião médio. Também o Dromader, há alguns anos muito comum em Portugal, tem trabalhado no Chile.

A capacidade de descarga deste tipo de avião médio é um pouco inferior à do Air Tractor. Porém, o Dromader ainda consegue transportar aproximadamente 2.000 litros de água.

A grande atenção dos meios de comunicação social está, no entanto, concentrada nos aviões de grande porte – aviões pesados. E neste campo a “grande estrela” do combate tem sido o avião americano “SuperTanker”.

O avião pesado Global Super Tanker, financiado pela Fundação Ventos do Sul, é um Airbus 747-400, construído pela Boeing, que foi propositadamente desenhado para combater grandes incêndios. Possui uma capacidade de descarga de 75 mil litros de água e um tempo de recarga no solo de cerca de 30 minutos. Segundo dados de vários órgãos de comunicação social internacional, terá sido recargado no Chile num tempo record: menos de 13 minutos.

No apoio a este “super-avião”, tem trabalhado o Gulfstream G-IV, avião da Força Aérea Chilena.

Este avião, tripulado por militares do Grupo de Aviación N.° 10 da Força Aérea Chilena, tem como função optimizar o trabalho do SuperTanker ao fazer um reconhecimento prévio e ao funcionar como guia.

Nos ares chilenos já está, também, o gigante russo Ilyushin IL-76.

Esta aeronave, de envergadura menor do que o Super Tanker, transporta um total de 40 mil litros de água e pode fazer descargas em altitudes entre os 50 e os 100 metros.

Do Brasil chegou a ajuda aérea com o Lockheed C-130 Hercules, um modelo utilizado em Portugal pela Força Aérea.

Conhecido simplesmente como “Hércules”, é um avião de grande capacidade para o transporte de equipas militares e que pode conter um kit de descarga de água capaz de conter cerca de 12 mil litros.

No apoio às operações, nomeadamente na movimentação e posicionamento de equipas terrestres, a Força Aérea Chilena tem utilizado o helicóptero UH – 60 “Black Hawk”.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário