Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Marca Virgin America vai desaparecer em 2019


Depois de anunciar no inicio de janeiro a compra da Virgin America, uma companhia aérea americana de baixo custo (low-cost), o Alaska Air Group Inc., dona da Alaska Airlines e da Horizont Air, anunciou em comunicado nesta quarta-feira (22), que a marca Virgin America deixará de existir em 2019, adotando esta, o nome Alaska Airlines. No entanto, a fusão entre as ambas companhias vai manter as linhas e os elementos da marca que entusiastas tanto admiram. Isso inclui o entretenimento de bordo, a disposição das luzes de cabine e sistema de som, destaques do operador da Costa Oeste do Estados Unidos.

“Nosso objetivo desde o início dessa fusão foi tornar-se uma linha aérea para as pessoas da Costa Oeste, com tarifas baixas, voos convenientes, um produto premium e um serviço genuíno e atencioso”, disse Brad Tilden, CEO da Alaska Air Group. “Três meses depois, crescemos dramaticamente nossa presença na Califórnia e estamos unidos por trás de um novo propósito: criar uma companhia aérea que as pessoas adoram”, finaliza o executivo.

Desde a fusão em dezembro de 2016, a Alaska Airlines tem ampliado a sua rede. Só no inicio deste mês a companhia anunciou 21 novos mercados com voos diários a sair de São Francisco, San Diego, Los Angeles e San José, na Califórnia – a maior atribuição de rotas da companhia.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário