Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Azul negocia com governo uruguaio a criação da Azul Uruguay


A Azul pode ter em breve uma filial no Uruguai. De acordo com a Imprensa do país, a companhia brasileira negocia com o governo uruguaio para criar uma nova empresa com sede em Montevidéu, que seria a companhia de bandeira do Uruguai. O presidente uruguaio, Tabaré Vazquez, teria debatido o assunto durante um encontro com o presidente da Azul, Antonoaldo Neves, em encontro ocorrido na semana passada em São Paulo.

A chegada da Azul viria após a falência da Alas Uruguay, companhia fundada pelos ex-funcionários da extinta Pluna e que deixou de operar no mês passado. Um dos pedidos do governo do país seria justamente a contratação dos empregados da companhia.

Sempre segundo a imprensa uruguaia, a Azul estaria bastante interessada em operar no país, mas para isso teria pedido que o governo liberasse as autorizações necessárias com agilidade – a Alas Uruguay precisou de 8 meses para obter todas as licenças enquanto a Amaszonas só conseguiu voar depois de um ano.

Uma delegação da Azul é esperada em Montevidéu nessa semana para dar continuidade às negociações. O ministro dos Transportes do Uruguai, Víctor Rossi, que esteve no encontro em São Paulo, informou ao jornal El País que a Azul teria interesse de levar até seis aeronaves para iniciar atividades.

Com a novidade, a Azul tem ambições altas para este ano. A empresa deve aumentar sua oferta em 13% comparado com 2016. Isso acontecerá em razão da chegada de dez novos Airbus 320neo. Esses modelos têm 56 assentos a mais do que o Embraer 195, que serão substituídos.

Desde o fim da Pluna, o número de voos entre o Brasil e o Uruguai foi reduzido, assim como a concorrência na rota, cenário que poderia mudar com a entrada da Azul como companhia uruguaia.

A nova empresa será controlada pela Azul S.A. indiretamente por meio da Daraland S.A.


Voos

O pedido da empresa brasileira incluiu a operação na ponte aérea entre Montevidéu e Buenos Aires, rota essa considerada de total relevância pelos players locais justamente pelo seu alto potencial durante todo o ano. Atualmente, a Amaszonas Uruguay e Aerolíneas Argentinas operam o serviço. O grupo ainda pretende ligar a capital do Uruguai às cidades de Porto Alegre e São Paulo.

Hub

Os planos da Azul também incluem instalar um hub no aeroporto de Carrasco e colocar de seis a oito aviões no terminal. Há também a intenção de repatriar os funcionários da extinta Alas Uruguay à equipe.


Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário