Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Greve de funcionários do aeroporto de Ezeiza na Argentina afeta voos do Brasil


A greve de funcionários do Aeroporto de Ezeiza, em Buenos Aires, a capital da Argentina, causa reflexos no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na manhã desta quinta-feira (6). Ao menos 24 voos foram cancelados. A greve também afeta voos no Rio de Janeiro, Confins e Porto Alegre.

De acordo com a concessionária do Aeroporto Internacional de São Paulo, oito chegadas e seis partidas da companhia Latam que ocorreriam ao longo do dia para Buenos Aires foram canceladas, bem como cinco chegadas e cinco partidas da companhia Aerolíneas.

A Latam orienta os passageiros afetados para que reprogramem suas viagens para outros dias ou por outras rotas sem cobrança de multas ou tarifas por meio do site na área Consulta de Alteração ou na Central de Ajuda. Também é possível solicitar o reembolso do bilhete sem multa.

A Aerolíneas também oferece a possibilidade de troca de voo pelo telefone 0800-7610254, nas lojas de vendas ou nas agências de viagem. A companhia assegura uma política especial para reacomodação, troca e reembolso para minimizar o impacto do cancelamento.

Greve na Argentina

Uma greve geral paralisou o sistema de transporte da Argentina nesta quinta. Trens, metrôs e ônibus não circulavam nesta manhã, e piquetes foram registrados nas estradas que dão acesso às províncias, segundo o jornal “La Nacion”. Organizações sociais e grupos de esquerda prometem fechar os acessos a Buenos Aires e realizar diversas passeatas até o centro da cidade.

Os manifestantes pedem mudanças na política econômica do governo. Essa é a primeira paralisação enfrentada por Mauricio Macri desde que assumiu a Presidência há 16 meses.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário