Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

United segue passos da Tap e corta voos à Venezuela


Ter 6/6/2017 - A Venezuela não receberá mais voos da United Airlines. A companhia norte-americana opera Houston-Caracas diariamente, mas interromperá o serviço a partir de julho alegando demanda insuficiente.

O país presidido por Nicolas Maduro, aliás, deve perder mais voos nos próximos meses, talvez semanas. É o que alerta o VP da Iata para as Américas, Peter Cerda, durante convenção da associação em Cancun, México.

"O governo venezuelano ainda retém mais de US$ 3,8 bilhões em fundos de companhias aéreas, o que contradiz contratos assinados por ele mesmo", afirmou Cerda. "Aos poucos, infelizmente, a Venezuela está cortando a si própria do resto do mundo. Não creio que haverá um corte geral, mas a conectividade deve ser limitada em um grande número de mercados."

Somado a isso há a crise política e econômica pelo qual o país sul-americano passa. "A prioridade da Venezuela não é aviação. Quem lê os jornais sabe o que está acontecendo no país. Estamos chegando a um ponto em que as companhias aéreas precisam se decidir."

No mês passado a Tap deixou de vender tíquetes ao destino sul-americano alegando não obter resultados financeiros suficientes. Ano passado foi a Latam Airlines que suspendeu seu serviço a Caracas a partir de Brasil, Chile e Peru.


Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário