Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Vídeo: Limpeza do Airbus A380 da Emirates quase sem água


Durante o decorrer de cada voo, uma aeronave acumula poeira e sujeira em sua superfície externa. Além de deixar a aeronave com aparência de suja e menos atraente, a sujeira que se acumula na superfície da aeronave também aumenta o consumo de combustível, visto que torna a aeronave mais pesada e menos aerodinâmica.

Tradicionalmente, as aeronaves são limpas usando água altamente pressurizada entre quatro a cinco vezes por ano. No entanto, em média, esta técnica usa mais de 11300 litros de água para limpar um Airbus A380 e mais de 9500 litros de água para limpar uma aeronave Boeing 777, a cada lavagem.

Desde o início de 2016, a Emirates vem usando uma técnica de lavagem a seco de aeronaves para limpar sua frota de mais de 250 aeronaves. Nesta técnica, um produto de limpeza líquido é primeiro aplicado manualmente a toda a superfície externa da aeronave.

O tecido de microfibra limpo é então usado para remover o produto de limpeza, removendo a sujeira junto com o produto e deixando a aeronave limpa e polida. A aeronave é deixada com um filme protetor fino, permitindo que a superfície pintada mantenha um brilho prolongado. É preciso uma equipe de 15 funcionários e cerca de 12 horas para limpar um A380, além de 9 horas para limpar uma aeronave Boeing 777.

Existem várias vantagens em usar a técnica de lavagem a seco. A primeira é que há pouca utilização de água para limpar a aeronave. Quando aplicada a lavagem a seco em sua frota de 260 aeronaves, a Emirates economiza mais de 11 milhões de litros de água por ano. Além disso, a técnica de lavagem de aeronaves sem água garante que a aeronave permaneça mais limpa por um longo período de tempo, reduzindo o número de vezes que a aeronave tem que ser lavada para cerca de três vezes por ano.



Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário