Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

DECEA e Google se unem para o Projeto Loon


O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e o Google Inc. lançaram uma nova iniciativa para ampliar as operações do Projeto Loon. Um acordo operacional foi assinado pelo chefe de operações do DECEA, Brigadeiro de Ar Luiz Ricardo de Souza Nascimento, e pelo gerente sênior do programa de segurança e integração aeroespacial do Google, Julie Jin.

O projeto visa estabelecer uma rede de balões não tripulados para estender a conectividade a pessoas em áreas rurais e remotas ao redor do mundo. A conexão de alta velocidade é transmitida para o balão mais próximo de uma empresa de telecomunicações, antes de ser retransmitida para a rede de balões. Cada um tem uma área de cobertura de 5.000 km².

Eles são construídos para permanecer na estratosfera por cerca de 100 dias, a uma altitude de 60.000 pés entre a troposfera e a ionosfera. O Coordenador do DECEA, o Primeiro Tenente Davi Monteiro de Medeiros, ressaltou a importância de estabelecer procedimentos padronizados no espaço aéreo que abranjam todos os Centros de Controle de Área (ACC), o Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA) e o Serviço Regional de Proteção de São Paulo (SRPV-SP).

O primeiro Tenente David, diz: !Estou convencido de que essa padronização de procedimentos relacionados a projetos, nos permitirá manter o nível aceitável de segurança operacional do SISCEAB e nos colocará como um dos primeiros países da América do Sul a firmar um acordo com o Projeto Loon". O Google pretende lançar e manter uma frota de balões para fornecer conectividade à Internet através de lançadores automáticos capazes de lançar um novo balão a cada 30 minutos. Já cobriu 19 milhões de km em vôos de teste e um dos balões estabeleceu o recorde de permanência na estratosfera por 190 dias.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário