Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Helibras mostra equilíbrio em 2016


A Helibras fechou o ano de 2016 com receita de R$ 442,6 milhões. O resultado mostra um equilíbrio financeiro e reflete as ações de redução de custos adotadas pela empresa, em face do momento instável da economia brasileira. A Helibras também organizou os projetos prioritários da empresa e cumpriu as metas estabelecidas para os programas militares, como os do H225M e de modernização dos helicópteros Fennec e Pantera.

“Os desafios macro econômicos nos estimularam a utilizar a nossa criatividade e capacidade de estabelecer novos processos na empresa para construirmos uma base sólida para os próximos anos”, comentou o presidente Richard Marelli, que completou com sucesso o primeiro ano à frente da Helibras.

Além de manter a continuidade dos programas militares e das entregas previstas, a Helibras seguiu a política do grupo de aumentar a proximidade com os clientes, passando a oferecer serviços mais estruturados, como o HCare, e as modernizações de modelos já existentes. Nesses aspectos, o destaque do ano foi a assinatura do primeiro contrato HCare Smart para atender dois H155 que atuam no segmento executivo. Outro ponto positivo foi a modernização de um EC135 para a versão H135 P3 realizada pela empresa a um cliente do mesmo segmento.

Em estreita colaboração com a Aviação do Exército, a empresa estabeleceu um plano para reorganização do cronograma dos projetos de modernização dos helicópteros Fennec e Pantera, e cumpriu os objetivos de entrega de acordo com as necessidades do cliente. Em 2016 foram entregues 4 novos Fennec e 3 Panteras modernizados.

Sobre o H225M, todas as etapas de produção previstas para serem realizadas no Brasil no ano foram cumpridas. “Avançamos também nos desenvolvimentos nacionais, como na versão operacional do helicóptero H225M da Marinha, que mobiliza grande parte do Centro de Engenharia, Laboratório, Ensaios em Voo e Linha de produção da empresa”, lembra Marelli. Em 2016, a empresa entregou 4 H225M, somando 26 unidades já em operação pelas Forças, mais de 50% do contrato.

O desenvolvimento dessa aeronave é o mais complexo trabalho já realizado no país e o protótipo BRA05 foi apresentado em voo ao comandante da Marinha, com a integração dos mísseis Exocet AM39 B2M2 e o Sistema Tático de Missão Naval.

O Centro de Engenharia da Helibras recebeu a recertificação da Airbus e da EASA, tornando a fabricante brasileira um braço da Airbus Helicopters para projetos e desenvolvimento de engenharia.

Em números gerais, a frota de helicópteros da marca Helibras/Airbus no Brasil totalizou 678 unidades em operação por mais de 330 clientes que atuam em todos os segmentos de mercado. Essa frota contabiliza cerca de 2 milhões de horas voadas.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário