Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Boeing 787-10 vai receber peças em titânio feitas em impressoras 3D


O Boeing 787-10 que realizou o primeiro voo no último dia 31 de março, vai ter um novo aliado na sua fabricação. Em contrato assinado entre a empresa norueguesa Norsk Titanium e a Boeing no inicio dessa semana, o novo 787-10 vai receber peças estruturais feita a partir de impressão de titânio em 3D, segundo a agência de notícias Reuters.

Estas serão as primeiras peças estruturais impressas em 3D aprovadas pela Federal Aviation Administration (FAA), anunciou a Norsk Titanium.

De acordo com empresa norueguesa, com as novas peças impressas, a Boeing pode economizar entre US $2 a US $3 milhões de dólares por cada aeronave.

“Estamos orgulhosos em dar este passo histórico com um grande inovador aeroespacial como a Boeing”, disse Warren M. Boley, presidente e CEO da Norsk Titanium. “A equipe da Norsk Titanium vai continuar a expandir o portefólio de componentes fornecidos a Boeing reunindo os requisitos de certificação rigorosos. É uma honra receber a aprovação da FAA para peças estruturais”, conclui.

A redução dos custos são importantes para a Boeing que até o ano passado perdeu dinheiro em cada unidade construída do 787, publicou o The Verge. Este é um processo normal que acontece com programas de jatos comerciais que despendem muito dinheiro nas pesquisas iniciais de engenharia, antes de cortar despesas, após tornar o processo de fabricação mais eficiente.

Depois de acumular cerca de US $ 29 bilhões de perdas, a produção o programa 787 Dreamliner só se tornou rentável em 2016.

Com esta nova tecnologia, a Boeing poderá reduzir o custo do Dreamliner de US $265 milhões para US $248 milhões, poupando assim, US $17 milhões, dizem fontes da industria citado pela Reuters.
Norsk Titanium

A tecnologia de impressão de titânio em 3D já não é uma novidade na aviação. A General Electric Co. já está a utilizar bicos de combustíveis (nozzles) em seus motores aeronáuticos. Mas de acordo com a Norsk e a Boeing, esta é a primeira vez que um avião comercial vai usar peças estruturais impressas em 3D sujeitas que estão sujeitas ao estresse do voo.



Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário