Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Aeroporto de Uberlândia completa 82 anos de operações


O Aeroporto de Uberlândia completa 82 anos de operações nesta quarta-feira (10). O terminal tem capacidade de receber 2,4 milhões de passageiros por ano, sendo que, em 2016, transitaram 1,05 milhão de usuários pelo local, média diária de 2 mil passageiros.

O primeiro pouso oficial na pista do então Campo de Aviação de Uberlândia foi realizado em 1935, com um voo da aeronave Waco-26 do Ministério da Aeronáutica. A Infraero assumiu a administração do aeroporto em 1980, e em 2001 o aeródromo recebeu a denominação atual de Aeroporto de Uberlândia – Ten. Cel. Aviador César Bombonato, em homenagem a um aviador militar, natural de Uberlândia.

Situado em uma das principais regiões de Minas Gerais, o aeroporto serve a uma rica região onde a indústria, agropecuária, comércio e o setor de serviços se destacam, sendo que a cidade de Uberlândia atualmente é considerada o maior polo da Logística da América Latina. Isso porque o município possui localização estratégica em relação aos grandes centros produtores do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Vitória e Goiânia, todas elas dentro de um raio de mil quilômetros.

A região conta também com um número grande de universidades, e tem se firmado como um importante destino brasileiro para o turismo de negócio.

Atualmente, três empresas operam no terminal mineiro: LATAM, Gol e Azul, com rotas para Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ). O estacionamento de veículos do aeroporto conta com 221 vagas para garantir mais comodidade aos viajantes.

O Aeroporto de Uberlândia tem recebido novas adaptações que aprimoram tanto as operações de pousos e decolagens quanto o nível de conforto dos passageiros. Neste ano, houve a reforma e ampliação do estacionamento do aeroporto. Em 2014, foi instalado o sistema ILS, que orienta os procedimentos de pouso e decolagem dos pilotos em caso de condições climáticas adversas, desde que aeronave e a tripulação estejam devidamente habilitados. Em 2013, o investimento foi em acessibilidade, com a instalação de 20 novos balcões de check-in adequados para o atendimento a deficientes.

Para 2017, ainda estão previstas algumas reformas, como a adequação do sistema de ar condicionado do saguão, a construção de pátio para aeronaves da aviação regular e um pátio para aeronaves da aviação geral.


Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário