Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

EAU e Arábia Saudita fecham espaços aéreos para a Qatar Airways


Seg 5/6/2017 - Quatro países árabes, liderados pela Arábia Saudita, reduziram os laços diplomáticos com o Qatar e fecharam o acesso ao país, agravando uma crise que começou por sua relação com o Irã e seu apoio à Irmandade Muçulmana.

Os governos da Arábia Saudita, Bahrein, Emirados Árabes Unidos e Egito disseram em declarações que suspenderão viagens aéreas e marítimas de e para o Qatar. A Arábia Saudita irá fechar os cruzamentos terrestres com o vizinho, de acordo com a Agência oficial de imprensa saudita, potencialmente privando o emirado das importações.

Com o anúncio do fechamento das fronteiras aéreas com o Qatar, três companhias dos Emirados (Etihad, Emirates e flydubai) e uma saudita (Saudia) cancelaram as operações com destino e origem no Qatar e, em resposta, a Qatar Airways — principal companhia qatari do ramo — também anunciou a suspensão de todos os voos para a Arábia Saudita.

Muitos aeroportos na região do Golfo são considerados importantes centros de conexão para voos internacionais, inclusive em Doha. O principal terminal do Qatar, o aeroporto internacional Hamad, por exemplo, recebe cerca de 9,8 milhões de passageiros entre janeiro e março, segundo seu site. 
A Arábia Saudita citou o apoio do Catar a “grupos terroristas com o objetivo de desestabilizar a região”, incluindo a Irmandade Muçulmana, o Estado Islâmico e a Al-Qaeda. Ele acusou o Catar de apoiar “grupos terroristas apoiados pelo Irã” que operam na província oriental do reino, bem como em Bahrein.

Os Emirados Árabes deram prazo de 48 horas para que diplomatas do país deixem o Qatar

A Etihad Airways estará suspendendo todos os voos para Doha a partir de 6 de junho.


Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário