Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Redentora anuncia voos da Pampulha para Guarapari em agosto


Sab 6/5/2017 - Atualizado 8/5 17:26h - A cidade de Guarapari vai ganhar a partir de agosto voos comerciais para o aeroporto da Pampulha. A rota será operada pela Linha Áerea Redentora, companhia que contratou a Apuí Táxi Aéreo para realizar as frequências. A parte operacional também ficará por conta da Apuí Táxi Aéreo, que já está montando base no Aeroporto da Pampulha em Belo Horizonte.

Os voos para Guarapari vão decolar de Belo Horizonte às segundas, quartas e sextas-feiras a partir de 10 de agosto. A aeronave fará uma escala em Manhuaçu (MG) antes de seguir para Guarapari. Ainda neste ano a companhia pretende lançar voos ligando o Aeroporto da Serrinha, em Juiz de Fora, ao aeroporto da Pampulha.

A venda das passagens para Guarapari ainda não foram iniciadas. Antes a empresa precisa de uma autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Início das operações

As operações da serão iniciadas no dia 15 de maio com voos às segundas, quartas e sextas-feiras de Belo Horizonte para Patos de Minas (MG), Paracatu e Brasília. No site da Apuí já é possível comprar passagens para estes destinos.

A ideia do fundador, Wilson Pessoa, é conectar o interior à capital federal e à capital de Minas Gerais.

Confira os horários dos voos no link: http://radaraereo.blogspot.com.br/2017/04/apui-anuncia-voos-da-pampulha-para.html

Apresentação

No dia 13 de maio (data escolhida devido a assinatura da Lei Áurea), a Redentora fará em Paracatu a apresentação do avião Embraer 110 Bandeirante com capacidade para 15 passageiros. Será o primeiro voo comercial na história de Paracatu. A festa promete levar milhares de pessoas ao aeroporto da cidade.


Tripulação e serviço de bordo

A tripulação é formada por um piloto e um co-piloto. O serviço de bordo será gratuito. Os passageiros vão ganhar no início do voo suco, refrigerantes e um lanche. O serviço de bordo ficará por conta do co-piloto sempre no início de cada voo.

Sobre a companhia

O nome da Linha Aérea é uma homenagem à Princesa Isabel, conhecida como Redentora, que rompeu os grilhões ao realizar a abolição da escravatura em 1888. Com demanda de empresários e diversas indústrias no meio oeste de Minas Gerais, a Linha Aérea Redentora irá inovar ao conectar o interior do estado às capitais.

Iniciar uma linha aérea atendendo o interior do estado é um sonho antigo do senhor Wilson Pessoa, que, além de empresário, é aviador. Foram anos de tentativas de iniciar as rotas, desde uma tentativa de parceira com a então TAVAJ até finalmente encontrar parceria com empresários para o projeto decolar.

Mais planos

Existem planos também para voos nas cidades mineiras de Muriaé e Juiz de Fora, e posteriormente para os aeroportos cariocas de Jacarepaguá e Cabo Frio, todos os voos partindo do Aeroporto da Pampulha. Na alta temporada do verão existem planos para voos diretos entre Belo Horizonte e Guarapari, que é a praia preferida dos mineiros.

Além dos voos de passageiros, a Linha Aérea Redentora irá realizar transporte de cargas em parceria com a DF Transportes, atendendo diversas empresas que operam nas regiões dos voos e que precisam realizar negócios em Brasília e Belo Horizonte.

Entrevista do fundador Wilson Pessoa em fevereiro de 2017 sobre as rotas:


Entrevista do fundador Wilson Pessoa sobre a Redentora, a parceria com a Apuí, rotas e planos futuros:


Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário