Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

Embraer prevê período de transição e desaceleração em 2018


O ano de 2018 pode significar um período de transição para a Embraer, a empresa afirmou que as margens de lucro e entregas de aeronaves poderão sofrer queda em 2018, devido ao período enfrentado pela fabricante.

Mas esse período de transição tem uma boa causa, o principal produto da Embraer no setor de aviação comercial, o E-Jet, está sofrendo uma reformulação, com o início das entregas da linha E2, a segunda geração da aeronave. As entregas do E190 E2 devem começar em 2018, seguidas pela primeira entrega do E195 E2 em 2019, esse período de dois anos representa a transição entre a primeira geração e a segunda geração.

A Embraer continuará produzindo o E-Jet de primeira geração pelo menos até 2021, porém as empresas já esperam receber o E-Jet E2, assim como converter as suas encomendas para a nova geração.

“Podemos ver algumas margens mais baixas em 2018 ou talvez menos aeronaves em 2018”, disse o presidente e presidente-executivo da Embraer, Paulo Cesar Silva. “Já vamos antecipar que partir de 2019 a margem vai melhorar novamente”, completou Cesar Silva.

O novo E-Jet E2 representa uma evolução da primeira geração, com novos motores, aviônicos, interior, além de reformulações na aerodinâmica e na parte estrutural da aeronave. A Embraer está avançando com vigor no processo de certificação da aeronave, o primeiro voo do E190 E2 foi em maio do ano passado, e a fabricante já espera certificar a aeronave neste ano.

Em março desse ano a Embraer iniciou o processo de certificação do E195 E2, que só deverá ser finalizado em 2018. O E175 só deverá ser certificado em 2021, por causa de uma reavaliação de mercado da Embraer, essa aeronave também apresenta modificações estruturais e nos motores em relação às outras aeronaves da família E2.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário